5.3.11

Beijo roubado




Agarro o silencio
No recanto da minha alma
Porque há mundo
Para alem desta janela
E a cidade vai correndo
Desenfreada à procura de novos portos
Que ainda não se fecharam
Mas! de azul se vestem
Percorrendo caminhos
Que na calmaria se perdem 
Na paz branca de sol
Nos campos floridos de pássaros
Onde o mundo amanheceu um dia
numa tarde de saudade
Não sei!!!
Não sei há quanto tempo
 Aqueles olhos...
Sei apenas e tão só me basta
E foi a mim que roubas te um beijo
Com teu olhar sedento
Fixos como sois






19 comentários:

  1. Continuarei a vir aqui, porque em teus poemas identifico os teus sentimentos.
    Mas há sentimentos que nunca descobrirei aqui, porque esses permanecerão fechados a sete chaves...
    Talvez o ladrão dos teus beijos seja o privilegiado...

    ResponderEliminar
  2. Cara amiga

    Obrigada pelo comentário ao poema que fiz em homenagem à tal moça Maria rapaz, morena de cabelos compridos. Foi bonita essa descrição. Ainda bem que consegui despertar algumas recordações.
    Recordações que se continuam neste magnífico poema nem mesmo esquecendo esse beijo roubado.
    Foi amor. Mas como dizia Camões "mais vale experimentá-lo que julgá-lo" e por isso teria sido melhor que em vez de um beijo roubado com os olhos tivesse sido um beijo roubado com a boca. É que beijo não se pede, rouba-se.
    É bom recordar os tempos da adolescência em que corremos atrás, não sabemos de quê, juramos amores eternos que se acabam ao virar do ano mas que com a idade voltam ao nosso conhecimento e nos fazem pensar que não soubemos aproveitar os todos os momentos deliciosos que a vida nos oferecia. E então escrevemos, transmitindo aos outros os sentimentos que passaram por nós e os outros, tal como eu, deixam-se embalar nas suas recordações, nos tais beijos roubados e revivem com maior intensidade o que por eles passou sem que tivessem notado.
    Gostei Anita
    Beijinho

    Chris Morris

    ResponderEliminar
  3. Para roubar um beijo com os olhos é preciso que a roubada colabore... eheheh...
    Gostei do poema, de conteúdo inusitado mas muito bom.
    Querida amiga Anita, desejo-te um bom resto de Domingo e boa semana.
    Beijos.

    ResponderEliminar
  4. Passo bastante tempo a ler poesia e alguns poetas, poucos, emocionam-me e foi o que aconteceu com a sua poesia, Anita, teve esse dom, provocou em mim esse sentimento. Li todos os seus poemas, um a um e em cada um deles encontro na sua essência: a saudade, essa palavra que faz parte da génese deste pais de marinheiros. Gostava de saber fazer poesia para lhe dedicar um poema. Mas desgraçadamente falta-me a sensibilidade, não sei transportar, cá para fora, esses sentimentos que brotam do coração.

    ResponderEliminar
  5. Gostei muito do que li e vi.
    Passarei mais vezes, sem dúvida.
    Um abraço.

    ResponderEliminar
  6. Bom dia amiga Anita!
    Agarro o silêncio no recanto da minha alma!
    Lindo minha querida!
    Tenha um bom Carnaval e uma boa semana...Beijinho e meu carinho.

    ResponderEliminar
  7. Minha querida

    Um grito de amor no teu poema...no silêncio muitas vezes, apenas o corpo fala, adorei como sempre.
    FELIZ DIA DA MULHER...e deixo beijinhos com carinho.

    Sonhadora

    ResponderEliminar
  8. olá venho divulgar o meu trabalho... se estas interessado(a) em ter um site pessoal que é a tua cara, contacta-me, visita http://marta-ribeiro.pt.vu
    faço todo o tipo de sites, com vários "acessórios" : comentários, imagens, galerias de imagens dinâmicas, animações, menus, etc

    Poderá escolher como quer o site desde as cores, imagens e modo de navegar nele...
    Visita ou contacte-me através do email : marta-ribeiro@live.com

    ResponderEliminar
  9. São beijos roubados, nos momentos de enlevo, escondidos de olhos alheios.

    No silêncio de duas almas siênciosas

    Beijinho para ti Anita admiro-te

    Amiga Katlyn

    ResponderEliminar
  10. Anita belas suas letras que grito de amor .. belas letras lindas de se leer belas de sentir.. parabems amiga

    saludos
    otima semana
    abracos

    Obrigado pela sua amizade

    ResponderEliminar
  11. Hola mi buena amiga, pasé por aquí por tú hermoso espacio para saludarte y también agradecerte tus bonitos comentarios que me dejas cuando me visitas. Bonito post, precioso y hermoso el poema besos robados, incremento una frase mas, también deseados, porque sin besos en el amor, "seria como un jardín sin flores", gracias por compartir esta hermosa poesía. Que pases un feliz fin de semana lleno de sensaciones positivas. Un beso desde la distancia de un amigo.

    ResponderEliminar
  12. Boa, Anita!! Dá até um negócio aqui dentro ao ler e sentir suas palavras!

    Aproveito para lhe convidar a participar do sorteio no meu blog Desce Mais Uma!.

    []s

    ResponderEliminar
  13. Anita mais uma vez cá estou para me deliciar da tua poesia,e não para te roubar um beijo ,mas sim para te deixar muitos

    Paula

    ResponderEliminar
  14. xepcionalmente lindo e sentido...
    Obrigada!

    ResponderEliminar
  15. Passei para ver novo poema, mas não há...
    De qualquer modo, desejo-te um bom Domingo e uma óptima semana.
    Beijos, querida amiga Anita.

    ResponderEliminar
  16. Obrigada pela visita ao meu blog e pelas palavras lá deixadas... e parabens pela excelencia da poesia que escreve!

    Adorei a sua escrita!
    voltarei
    abraço

    ResponderEliminar
  17. Minha querida

    Hoje passando apenas para te oferecer o meu selinho de 500 seguidores, feito de muito carinho e amizade de todos que me seguem.

    Beijinhos
    Sonhadora

    ResponderEliminar
  18. Hello from France
    Please accept my congratulations for your Website
    Cordially
    Chris
    http://SweetMelody.bloguez.com

    ResponderEliminar
  19. Só quem já teve um beijo roubado pode entender esse olhar sedento de amor. O beijo que desejei não me foi dado, e de um modo astuto roubei. E fico sem saber como são esses olhos sedentos como dois sois. Parabéns querida! É belíssimo teu poema. Toca-me não só os sentidos externos que passam, mas fica gravado em minha alma. Amo-te

    ResponderEliminar