10.6.11

Paginas do livro azul

Fui virando as paginas
Como uma luz suave
Que brilha por entre as nuvens
Como um manto a esvoaçar ao vento
Li e reli
Palavras inteiras
Transportadas para um lugar
Onde a ondulação soava a água
A braços de rio sorrindo á janela
Esperando pela madrugada
Essência de nostalgia
Tentação do meu anseio
Pendurada no olhar e abraços de amor
Fui me preenchendo na escrita
No cheiro das palavras deixadas...
Com gotas de tinta
Das paginas viradas
A correr de suave
Sobre o livro de capa azul

22 comentários:

  1. Como dizer que este amor
    pelas tuas palavras escritas
    é um sentimento de admiração
    que no meu coração
    fica bem melhor.

    Eu vivo da beleza
    que me oferece a Natureza...

    Eu vivo para viver
    em cada novo dia
    uma nova flor a florescer...

    Cada poema é uma nova essência
    que brota do meu coração
    com a alegria da minha vivência
    cada segundo vivo com veneração.

    10-06-2011 11,20h

    by ZezinhoMota

    Obrigado pela visita e suas belas palavras.

    Espero e desejo que a poesia nos aproxime
    numa linda amizade...Mesmo em tanta lonjura...

    Que a felicidade te abrace a todo o momento.

    Saudações Poéticas do ZezinhoMota

    A Poesia do Zezinho http://zezinhomota.blogspot.com

    ResponderEliminar
  2. Carinhosamente venho deixar um abraço carinhoso
    desejar um lindo final de semana beijos no coração.Evanir.
    Preciso da sua presença no meu blog..

    ResponderEliminar
  3. Anita

    Belo Poema/meditação/nostalgia.
    O baloiçar das águas lembra saudades e coisas lindas que nos passam na Vida.

    Um bom fim de semana.

    Sempre Obrigado

    SOL da Esteva
    http://acordarsonhando.blogspot.com/

    ResponderEliminar
  4. A escorrer suave, como teus dedos na busca de colocar em harmonia cada palavra, tua alma é bela doce Anita. Pintas, nada mais que a beleza que carregas dentro de ti. Senti um vento suave que me chamou para ti, e aqui estou. Um beijo doce e terno...
    Amo você querida.

    ResponderEliminar
  5. Hola mi buena amiga, pasé por aquí por tú hermoso espacio para saludarte y también agradecerte tus bonitos comentarios que siempre me dejas cuando me visitas. Bonito post, con un precioso y hermoso poema lleno de nostalgia y de dulces palabras. Que pases un feliz fin de semana lleno de sensaciones positivas. Un beso desde la distancia de un amigo.

    ResponderEliminar
  6. Suaves as palavras...
    Nesse livro que é a Vida, memórias de alegria e tristeza...~
    Lindo...
    Obrigada pela visita
    Beijos e abraços
    Marta

    ResponderEliminar
  7. Mais um belíssimo poema.
    Gostei imenso das tuas palavras, do ritmo, da musicalidade, etc, etc.
    Minha amiga Anita, desejo-te um bom fim de semana.
    Beijos.

    ResponderEliminar
  8. Amada, seus versos tocaram-me a alma...
    Não há palavras pra traduzir tuas inspirações, pois você é a própria poesia!
    Sublime minha amiga! Sublime!!!

    Minha linda, deixo carinhos pra ti...
    Beijos, e obrigada por seu carinho, por sua preciosa amizade, viu?
    Deus te abençoe eternamente!

    ResponderEliminar
  9. Poema lindo Anita!
    Obrigada querida por nos presenteares com tão linda poesia...Beijinhos com muito carinho...Fica bem.

    ResponderEliminar
  10. A mais bela poesia é aquela vinda da alma,transparencia,beleza vinda de dentro

    Sara
    Vila Verde
    Um beijo Anita

    ResponderEliminar
  11. Um belo poema em tons de azul!...

    Beijos meus!
    AL

    ResponderEliminar
  12. Tão belas as tuas palavras
    Com mil cores a florir
    Mas transparentes no sentir

    Gostei como sempre de te ler :-)

    Um Abraço
    Antero

    http://antero-oliveira.blogspot.com

    ResponderEliminar
  13. Oi amiga, está lindo teu espaço, tem um ar de mistério, parabéns. Que teu final de semana seja como desejas, beijokas com carinho

    ResponderEliminar
  14. Minha querida amiga Anita, como já li (mas reli...) e comentei, desejo-te "apenas" um bom fim de semana.
    Beijos.

    ResponderEliminar
  15. Armoniosas serenas e calmas palavras ,tocaram me profundo como frágeis poesias do teu livro Capa Azul é tão simples quanto isso
    bjs
    admiradora
    M,C

    ResponderEliminar
  16. Belo poema que deixa transparecer imagens de grande suavidade, onde se misturam voos de anjos com os sonhos encantados de um amor nostálgico.
    Parabéns Anita!

    ResponderEliminar
  17. Olá Querida!

    magnifico!

    adorei conhecer o seu cantinho,
    muito belo,seus post lindos!
    um abração!

    ResponderEliminar
  18. Seu carinho no meu blog foi tão curta as palavras mais foi como acarinhar meu coração.
    Eu estou muito deprida amada amiga.
    A dor que sinto chega doer a minha alma
    obrigada sua visita me fez tão feliz,Beijos no seu doce coração,Evanir.

    ResponderEliminar
  19. Querida você esta em homenagem no meu blog
    a esquerda tem um presentinho dos homenageados.
    Um dia de paz e luz,Evanir.

    ResponderEliminar
  20. Hola mi buena amiga, pasé por aquí por tú hermoso espacio para saludarte y también agradecerte tus bonitos comentarios que siempre me dejas cuando me visitas. Precioso y hermoso todo lo que escribes. Que pases un feliz fin de semana lleno de sensaciones positivas. Un beso desde la distancia de un amigo.

    ResponderEliminar
  21. Querida amiga..
    No silencio da noite vim até seu blog
    e comecei a ler seus poemas.
    Uma dor invadiu meu coração chorei por um longo tempo como que buscando carinho e alento lendo seus poemas.
    A vida muitas vezes ingrata ou a vontade de Deus
    talvez as duas coisas.
    Um beijo amiga querida lindo final de semana.

    ResponderEliminar
  22. Bom dia querida amiga, passei para te desejar um ótimo final de semana, beijokas com carinho.

    Alma Poeta

    Poeta é aquela pessoa que faz poesias
    Em versos, formando estrofes, obedecendo
    A rima e a métrica, possuindo um sentido estético
    Eu sou apenas Aprendiz de Poeta, não sigo a rima
    Sigo apenas o que minha Alma determina,
    Pois ela, com maestria, poetisa minha vida.
    Sou apenas o instrumento, que me entrego a qualquer hora,
    Sem temer a palavra, permitindo sua alquimia,
    Em mistério e magia, expressando emoção.
    Ela tem origem, tem raiz, repleta de sentimentos
    Que oscila entre um sorriso maroto, um olhar penetrante,
    Uma vertente de lágrimas, uma torrente de desejos.
    Não quer ser conhecida, não precisa nome, nem sobrenome,
    Pois energia não se rotula, é essência, é fluído,
    Que se transforma através do tempo.

    ResponderEliminar